taxa selic

Taxa Selic o que é e como ela influencia no seus investimentos?

Conhecida como a taxa mãe, a taxa Selic é a taxa de juros básica da economia e influencia em diversos tipos de investimentos financeiros.

Taxa Selic

Ela é a base das taxas de títulos e aplicações bancárias, títulos do governo e também no custos dos empréstimos. No momento atual, a Selic está fixada em 9,25% (base jan. de 2022).

Por ser uma taxa importante para economia do nosso país, é muito importante entendermos a política monetária. A Selic é uma taxa anual, porém os rendimentos são atrelados a ela diariamente.

Portanto, quando temos uma oscilação da Selic, tanto para alta ou queda, os rendimentos também irão alterar. Sendo assim, é considerada uma taxa pós-fixada.

Entenda a Selic Meta

A Selic Meta é definida a cada 45 dias através da reunião realizada pelo COPOM (Comitê de Política Monetária), na qual participam os diretores e presidente do Banco Central.

Portanto, a cada mudança da Selic, ela afetará a economia e tomadas de decisões de investidores, empresas e agentes econômicos.

Quando a Selic está mais baixa, ela estimula e aquece a economia, contribuindo para o crescimento econômico. Vamos à alguns exemplos:

Com a Selic em baixa, os bancos conseguem captar com taxas menores, ou seja, as instituições bancárias emprestam a taxas mais baixas. Assim, a procura por créditos são maiores, o que contribui para aquecer a economia.

Porém para alguns investidores mais conservadores, que tendem a investir em renda fixa por exemplo, não é tão vantajosa a Selic na baixa. Uma vez que a base de investimentos rendem menos juros.

Em suma, se a Selic contribui para facilitar o crédito ao consumidor, então por que não deixa-la sempre baixa?

A resposta está na inflação. Ou seja, quando o estímulo monetário ocorre (queda da Selic), automaticamente aumenta a oferta e a procura de serviços e produtos, que logo contribuem com o aumento dos preços. Portanto, o poder de compra da população cai devido a sua faixa salarial.

Sendo assim, o Banco Centra sobe a taxa básica da economia (que a mesma que a Taxa Selic Meta), com o intuito de desacelerar a economia, controlando assim a inflação.

A influência da Taxa Selic nos Investimentos

Como dito anteriormente, a taxa Selic é a referência para diversos tipos de investimentos no mercado financeiro. Vejamos alguns exemplos de como ela impacta nos rendimentos:

  • Títulos Pós-Fixados | São títulos que estão atrelado uma variável econômica. Ou seja, quando a variável econômica sobe, esses títulos tendem a pagar mais juros e quando a variável está em queda, logo pagam menos juros.

Alguns exemplos de títulos pós-fixados: CDB, LCI, LCA, Debêntures, Tesouro Selic e dentre outros modelos de renda fixa.

Esses títulos pós-fixados, estão atrelados a Selic ou em % do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que seguem o mesmo padrão e podem pagar mais quando a Selic está na alta.

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.