Taxa Selic | O que é e como ela Influencia no seus Investimentos?

Conhecida como a taxa mãe, a taxa Selic é a taxa de juros básica da economia e influencia em diversos tipos de investimentos financeiros.

Ela é a base das taxas de títulos e aplicações bancárias, títulos do governo e também no custos dos empréstimos. No momento atual, a Selic está fixada em 4,25% (base julho de 2021).

Por ser uma taxa importante para economia do nosso país, é muito importante entendermos a política monetária. A Selic é uma taxa anual, porém os rendimentos são atrelados a ela diariamente.

Portanto, quando temos uma oscilação da Selic, tanto para alta ou queda, os rendimentos também irão alterar. Sendo assim, é considerada uma taxa pós-fixada.

Entenda a Selic Meta

A Selic Meta é definida a cada 45 dias através da reunião realizada pelo COPOM (Comitê de Política Monetária), na qual participam os diretores e presidente do Banco Central.

Portanto, a cada mudança da Selic, ela afetará a economia e tomadas de decisões de investidores, empresas e agentes econômicos.

Quando a Selic está mais baixa, ela estimula e aquece a economia, contribuindo para o crescimento econômico. Vamos à alguns exemplos:

Com a Selic em baixa, os bancos conseguem captar com taxas menores, ou seja, as instituições bancárias emprestam a taxas mais baixas. Assim, a procura por créditos são maiores, o que contribui para aquecer a economia.

Porém para alguns investidores mais conservadores, que tendem a investir em renda fixa por exemplo, não é tão vantajosa a Selic na baixa. Uma vez que a base de investimentos rendem menos juros.

Em suma, se a Selic contribui para facilitar o crédito ao consumidor, então por que não deixa-la sempre baixa?

A resposta está na inflação. Ou seja, quando o estímulo monetário ocorre (queda da Selic), automaticamente aumenta a oferta e a procura de serviços e produtos, que logo contribuem com o aumento dos preços. Portanto, o poder de compra da população cai devido a sua faixa salarial.

Sendo assim, o Banco Centra sobe a taxa básica da economia (que a mesma que a Taxa Selic Meta), com o intuito de desacelerar a economia, controlando assim a inflação.

A influência da Taxa Selic nos Investimentos

Como dito anteriormente, a taxa Selic é a referência para diversos tipos de investimentos no mercado financeiro. Vejamos alguns exemplos de como ela impacta nos rendimentos:

  • Títulos Pós-Fixados | São títulos que estão atrelado uma variável econômica. Ou seja, quando a variável econômica sobe, esses títulos tendem a pagar mais juros e quando a variável está em queda, logo pagam menos juros.

Alguns exemplos de títulos pós-fixados: CDB, LCI, LCA, Debêntures, Tesouro Selic e dentre outros modelos de renda fixa.

Esses títulos pós-fixados, estão atrelados a Selic ou em % do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que seguem o mesmo padrão e podem pagar mais quando a Selic está na alta.

Siga-nos nas redes sociais Facebook | Instagram | Pinterest.

Deixe uma resposta