O que é Renda Fixa e como funciona para Investir

Um bom investidor que zela pelo seu patrimônio, procura investir de forma segura e estável, ou seja, em renda fixa.

A renda fixa tem esse nome pelo fato de justamente o investimento possuir uma rentabilidade previsível.

Portanto, ela pode ser fixada em percentual mensal ou seguir algumas taxas de mercado, como a taxa Selic, CDI e outros.

A referência mais utilizada em renda fixa é o CDI, que podem render desde 95% a 140%. Claro que também são indexados pela taxa Selic, que hoje está 7.75% a.a. (outubro/2021).

Então vejamos o que é renda fixa na teoria e na prática.

Renda Fixa

A renda fixa é a modalidade de investimento no qual a rentabilidade é previsível, ou seja, tem uma taxa fixada na operação.

Esse tipo de investimento é muito bom tanto para iniciantes quanto para quem está há muito tempo no mercado financeiro.

Muitas pessoas quando começam a se interessar pelo mercado financeiro, acabam só olhando para a bolsa de valores, passam a arriscar o certo pelo incerto. Portanto, para quem está começando, o melhor caminho é a renda fixa.

Renda fixa são investimentos mais seguros, ao investir com segurança você consegue inclusive projetar o seus ganhos com objetivo e garantir rentabilidade.

Vejamos alguns tipos de investimentos em renda fixa:

  • Poupança
  • CDB
  • LCI e LCA
  • Letra de Câmbio
  • Tesouro Direto
  • CRI / CRA

Vamos deixar disponível um artigo que explica de forma simples e objetiva essas siglas “Siglas do mercado financeiro

Você pode encontrar esses tipos de investimentos em instituições financeiras privadas e públicas, como empresas, bancos e pelo governo.

Vamos indicar algumas dessas instituições:

Renda Fixa na prática

Uma das práticas da renda fixa são os empréstimos do seu dinheiro para o emissor desses títulos.

Em contrapartida por você emprestar o seu dinheiro, você recebe uma taxa de rentabilidade fixa, definida no momento da compra.

Esse capital será investido para financiar projetos, pagar dívidas e até o desenvolvimento de algumas áreas específicas, como por exemplo o setor de imóveis (LCI) e o setor da agronomia (LCA).

Veja por esse lado, ao invés de você pegar dinheiro emprestado, é você quem empresta o seu dinheiro. Quando esse valor emprestado retorna para a sua carteira, você recebe com a taxa negociada e ainda ajuda setores de desenvolvimento.

Qual a rentabilidade da Renda Fixa?

Como já citado acima, existem diversas modalidades de investimentos de renda fixa. Então cada uma delas terá a sua rentabilidade específica.

Portanto, a principal taxa utilizada nos investimentos de renda fixa é o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que acompanha de perto a taxa básica de juros.

Assim um investidor dessa modalidade, procura investimento no mínimo de 100% do CDI. Investimentos abaixo disso, provavelmente tem isenção de impostos.

Por exemplo, o Tesouro Selic é um dos investimentos mais seguros, com uma renda de quase 100% do CDI.

Uma vantagem desse investimento é que você pode resgatá-lo antes do vencimento a qualquer momento por possuir uma liquidez diária.

Investimento como CDB podem render mais do que o Tesouro Selic. Alguns CDBs podem chegar na casa dos 140% do CDI.

Porém é necessário “garimpar” e analisar o quanto você pode investir, sua rentabilidade e o prazo de resgate. Alguns contam com liquidez diária, enquanto outros o resgate é só no vencimento.

Como ficam os investimentos Em 2022

Como já citamos, a taxa Selic está em 7.75% a.a. (outubro/2021). Mesmo com a Taxa Selic sofrendo ajustes, os títulos de renda fixa tendem a acompanhar a taxa e render conforme a oscilação.

Uma coisa é certa, a poupança continua sendo ainda o pior investimento da modalidade.

Alguns investimentos continuam sendo vantajosos, como o LCIs e LCAs. Principalmente o LCI que apresenta um impacto menor nesse período de 2021.

Outra dica é optar por títulos como o debêntures e ficar atento às taxas cobradas em investimentos do CDB, por exemplo.

renda fixa

Então no período em que vivemos de 2021, o mais importante agora é eliminar os riscos e poupar de forma inteligente.

Em suma, esse é o momento que você deve estudar mais sobre investimentos, acompanhar o mercado financeiro de perto e buscar sempre se aprimorar na educação financeira.

Visite nossas redes sociais Facebook | Instagram | Pinterest 

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.