Descubra Qual É O Seu Perfil De Investidor – Conservador, Moderado ou Arrojado

Quando você começa a entender melhor o mundo das finanças, o seu perfil de investidor começa a se desenvolver. Mas como descobrir que tipo de investidor você é?

Descobri o meu perfil de investidor, depois que entendi as diferenças dos perfis, conservador, moderado e arrojado. Vamos entender cada um deles com detalhes.

Perfil Conservador

Pessoas com perfil conservador, priorizam a segurança e liquidez do seu investimento. É aquele que investe em um CDB, LCA, LCI, ou seja, investimentos voltados para renda fixa.

Esse perfil também não gosta de correr risco com seus investimentos. Assim, grande parte de seus investimentos estão atrelados ao Fundo Garantidor de Crédito, o famoso FGC.

O FGC, garante o valor de até R$ 250.000,00 depositado por CPF, no investimento da instituição financeira.

Ou seja, se alguma coisa der errado para aquela instituição financeira que foi aplicado o recurso, o FGC cobre o investimento. Apenas verifique com a sua corretora quais bancos estão cobertos pelo FGC.

Para quem gosta de ser conservador, uma boa é investir em LCI – de 3 a 6 meses – Um produto sem risco e bem mais rentável que a poupança.

Outra vantagem do LCI, é a isenção do Imposto de Renda.

Perfil Moderado

Um perfil que precisa de muita atenção. Pois gostam bastante de segurança, mas sempre que possível está “colocando o pé” em rendas variáveis.

Por exemplo, sempre que podem, estão comprando e vendendo ações para dar aquela esquentada na carteira de investimentos.

De fato, investidores moderados buscam uma rentabilidade um pouco acima da média de mercado.

Ao optar por investir com segurança, ele irá optar por um serviço mais conservador, porém investirá em um produto com maior prazo.

Por exemplo, poderá investir em um CDB de 3 a 4 anos com 125% de CDI.

Ou seja, quanto maior o tempo do investimento, maior a rentabilidade. Lembrando também, que o valor de investimento é maior em relação a outros de curto prazo.

Em resumo, o perfil moderado investe mais a fundo na renda fixa, buscando ter uma alta lucratividade num período maior de tempo.

Portanto, costuma também olhar o mercado de ações como uma oportunidade para lucrar.

Quando resolve entrar no mercado acionário, destina uma fatia bem pequena da sua carteira de investimentos.

Ações que pagam dividendos são ótimos para investidores de perfil moderado.

Perfil Arrojado

Essa característica de perfil arrojado, são de pessoas que tem apetite ao risco, que toleram a perda.

São investidores que buscam correr risco para ter o maior retorno no menor tempo possível. Investimentos nesse perfil são: Ações, Opções e até Operações Mini-Contratos.

Faça esse teste mental: Você tem R$ 15.000,00 para investir e resolve colocar 100% deste valor no mercado de ações.

Você compra uma ação “X” e 3 dias depois, esse capital investido se tornou R$ 7.500,00. Ou seja, uma perda de 50%. Qual seria a sua reação?

Se você entrar em desespero, ou não conseguir manter a calma para tentar ao menos recuperar o valor investido, sinto muito lhe informar, mas você não é um investidor arrojado.

Outra característica deste investidor, não é só o quanto ele aguenta correr o risco, mas é preciso saber como gerenciá-lo.

A grande maioria dos investidores arrojados, vão subindo de nível. Ou seja, passou da renda fixa para a renda variável.

Aos poucos vão se tornando investidores agressivos e começam a colocar uma porcentagem maior da sua carteira de investimentos.

Uma das vantagens do investidor arrojado, é a rentabilidade em curto prazo.

Exemplo, se você compra ações de uma determinada empresa, ela começa a subir nos dias posteriores e se mantem estável, o seu lucro é imediato.

Claro, da mesma forma que sobe, essas ações podem descer. O que você precisa saber, é que elas (as ações) vão variar, portanto é importante saber como manter os ganhos ao longo dos anos.

Se você está muito afim de subir de nível nos investimentos variáveis, analise esse quesito caso seja um(a) chefe de família:

Faça uma reserva financeira, antes de entrar no mercado de renda variável. Assim, você não prejudica o orçamento da casa. Acredite, esse mercado tem muitos altos e baixos.

O Importante Agora É Você Saber Qual É O Seu Perfil De Investidor

Se você chegou até aqui, provavelmente já tem ao menos uma ideia da sua característica de investidor.

As grandes corretoras de investimentos, também te ajudam a entender melhor o seu perfil. Algumas costumam fazer um teste de qual tipo de investidor você é.

Quando você descobre qual é o seu tipo de investidor, você passa a sofrer menos.

Em suma, se você é uma pessoa conversadora, não quer correr riscos. Se você é moderado, sabe que seus ganhos serão maiores, porém o prazo para investir também. Precisa ser paciente.

E por fim, se você é arrojado, você precisa ser frio se seus investimentos forem lá embaixo. E também cauteloso, no momento em que seus  investimentos estiverem em alta na renda variável.

Uma coisa é certa, além de saber qual o seu perfil de investidor, é necessário saber qual o objetivo e propósito de seus investimentos.

investimentos financeiros

Saiba destinar os seus recursos para lhe garantir segurança e qualidade de vida. Isso é educação financeira.

Deixe uma resposta